Spread the love

O mercado da barga SuperMaia em Planaltina decretou quebradeira e teve a arrebatamento de todas as aquilo que se faz ou execuções em trâmite em oposição a a empresa determinada. A deliberação da Justiça vale até o consumação do pedido, salvas as exceções previstas em princípio. A decisão partiu da Vara de Falências, Recuperações Judiciais, Insolvência Civil e Litígios Empresariais do DF, que julgou como procedente o pedido do determinação Maia Arapoanga Mercados LTDA. Cabe recurso.

A partir de agosto de 2015, a empresa passava por processamento de recuperação judicial. Não obstante, não conseguiu realizar com o plano qualificado pela corpo de credores e, com o agravo da crise financeira, alegou que não sobrou outra alternativa se não a explicação de quebradeira.

Na decisão, o juiz encarregado pelo caso identificou que a empresa trouxe os requisitos legais para a explicação de quebradeira, entre eles, a impontualidade em realizar acordos. Com a deliberação, a Justiça determinou aquilo que se faz em desfavor do determinação comercial, assim como a arrebatamento das eventuais aquilo que se faz ou execuções em oposição a a falida; inibição das quantias por acaso existentes em contas cadastradas em seu nome; inibição da mudança de veículos automotores; estudo de propriedades pelos sistemas; e outras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

You may also like