Spread the love

Há 116 dias sem chuvas e no tempo de seca, o Distrito Federal viu o algarismo de queimadas em verde reforçar. Somente entre julho e setembro, foram cerca de 16,2 mil hectares destruídos pelas chamas. De acordo com dados do Corpo de Bombeiros Militar de Brasília (CBMDF), o algarismo é o maior dos últimos oito anos.

No completo, de janeiro até 17 de setembro, foram cerca de 16,7 mil hectares perdidos. Ao longo o ano de 2019, esse valor chegou a 16,1 mil. O último ano que registrou uma grande porção de queimadas ao longo a seca no DF foi 2011. Na época, foram 22,7 mil.

Crescimento das queimadas

Nesta terça-feira (15/9), os bombeiros do DF precisaram reparar 72 ocorrências para incêndios em verde, totalizando uma setor fogo de 326 hectares. Foram despejados 52.422 litros de água pelos caminhões tipo Sátira Posto Reservatório Florestal (ABTF) e cada caminhão possui personalidade para 3 mil litros de água. De acordo com os bombeiros, os militares utilizaram 2.780 litros de água armazenados numa mochila com personalidade para vinte litros de água.

O Corpo de Bombeiros atento para que a indivíduos não queime o lixo nem sequer os ossada de podas, não faça fogueiras em setor de verde, apague adequadamente os cigarros e não os jogue pela janela do automóvel.

O que realizar em casos de incêndios em verde:

Inicialmente mover os bombeiros pelo algarismo 193. Caso seja senhorio da setor e tenha rebanho ou qualquer obra de animais que provavelmente possam ser vítimas dos incêndios florestais, liberem as porteiras, colchetes, etc, para que não sejam mortos.

Controle da verde em áreas rurais com óbolo de tesouro mecanizados como roçadeiras, capina e lavrado. Corporificar a coleta seletiva e compostagem de lixo vegetal.

Não corporificar qualquer tipo de queima para controle de lixo, ou ossada de culturas e podas.

Transmitir aquilo que se faz criminosas quanto ao utilização do fogo a partir de delegacia do meio local.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

You may also like